Casa Branca envia ao congresso proposta contra Iraque

A Casa Branca apresentou ao Congresso norte-americano a proposta de força militar contra o Iraque. O documento contendo três páginas afirma que o Iraque "está rompendo suas obrigações de desarmamento", segundo as resoluções do Conselho de Segurança das Nações Unidas. A resolução diz que o presidente dos EUA "está autorizado a utilizar todos os meios que segundo ele são considerados necessários, inclusive a força, a fim de cumprir com as resoluções do Conselho das Nações Unidas".Além disso, a resolução também fornece autoridade ao presidente "para defender os interesses de segurança nacional dos EUA contra a ameaça instalada pelo Iraque, bem como restaurar a paz internacional e a segurança na região". As notas iniciais da minuta da resolução "apóiam os esforços de remover do poder o atual regime do Iraque e promover a emergência de um governo democrático para substituir esse regime".O líder da minoria do Senado dos EUA, Trent Lott, disse que a resolução da Casa Branca não exige especificamente a saída do líder iraquiano Saddam Hussein. A resolução afirma que membros da organização terrorista Al-Qaeda, que lançou os atentados de 11 de setembro aos EUA, "encontram-se no Iraque e que o país continua ajudando outras organizações terroristas internacionais, inclusive aquelas que ameaçam as vidas e a segurança dos cidadãos americanos". O líder da maioria do Senado, Tom Daschle, pretende concluir a votação sobre a resolução antes do recesso do Congresso em outubro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.