Casa Branca está 'horrorizada' com execuções na Síria

A Casa Branca afirmou neste domingo que está "horrorizada" com a notícia de que mais de cem pessoas foram executadas nesta quinta-feira (02) na Síria. O porta-voz do governo dos EUA, Josh Earnest, disse que os responsáveis devem ser punidos pelas sérias violações aos direitos humanos e internacional.

AE, Agência Estado

05 de maio de 2013 | 15h53

O Departamento de Estado norte-americano citou relatos de que o regime do presidente sírio, Bashar Assad, e forças pró-governo atiraram contra Bayda e, em seguida, invadiram a cidade, executando famílias inteiras. Earnest não quis comentar o ataque aéreo de Israel, realizado na madrugada deste domingo, contra regiões ao redor de Damasco. Esse foi o segundo ataque israelense em três dias. Autoridades disseram que os mísseis, fabricados no Irã, tinham como alvo uma milícia do Hezbollah, no Líbano. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
EUAIsraelataque

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.