Casa Branca: foto de Bush com lobista é coincidência

Um conselheiro do presidente americano George W. Bush disse hoje que as fotografias em que Bush aparece com o lobista acusado de práticas de corrupção, Jack Abramoff, são uma coincidência, e não devem ser interpretadas como nada mais sério do que isso. "Ele [Bush] não tem relações pessoais com Abramoff", afirmou o conselheiro da Casa Branca Dan Bartlett. Recentemente Abramoff foi considerado culpado por crimes federais devido a prática de lobby junto a políticos americanos, e concordou em cooperar com os promotores que cuidam do caso. "Qualquer sugestão de que o presidente fez algo de errado com Abramoff é absurda", disse o funcionário do governo americano durante uma participação em programa da rede de TV NBC. O próprio presidente Bush já havia dito que não se lembrava de ter conhecido Abramoff. No domingo, no entanto, a revista Time reportou, em seu website, a existência de aproximadamente seis fotos em que Bush e Abramoff aparece juntos. Segundo a reportagem, elas provavelmente foram tiradas por funcionários da Casa Branca.No programa matinal Bom dia América, da ABC, Barlett acrescentou: "Não acredito que seja surpresa para ninguém o fato de o presidente participar de eventos freqüentados por muitas pessoas em que são grandes as oportunidades de se tirar fotos com ele". A Casa Branca não divulgou nenhuma foto em que Bush e Abramoff aparecem juntos. O lobista declarou que foi um dos precursores na arrecadação de pelo menos US$ 100 mil para a campanha de reeleição de Bush.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.