Casa Branca não dará visto a representante do Irã na ONU

Os EUA informaram o Irã que não emitirão um visto para o enviado de Teerã, Hamid Aboutalebi, à Organização das Nações Unidas (ONU), segundo a Casa Branca. Esta é a primeira vez que a Casa Branca esclareceu o status da escolha do Irã. A administração apenas disse anteriormente que a nomeação não era "viável".

AE, Agência Estado

11 de abril de 2014 | 18h54

Hamid Aboutalebi era um membro do grupo responsável pela tomada da Embaixada dos EUA em Teerã em 1979. A nomeação de Aboutalebi indignou os membros do Congresso, que aprovaram uma lei barrando a entrada nos EUA de qualquer indivíduo envolvido em espionagem, terrorismo ou uma ameaça à segurança nacional.

Negar vistos para candidatos a embaixador da ONU ou a chefes de Estado estrangeiros que queiram participar de eventos das Nações Unidas nos Estados Unidos é raro, se não inédito.

O porta-voz da Casa Branca Jay Carney não quis afirmar se o presidente Barack Obama vai assinar um projeto de lei, aprovado pelo Congresso, que barra a entrada do enviado iraniano. Mas o porta-voz afirmou que a Casa Branca compartilha o sentimento contido no projeto de lei.

O Irã chamou a rejeição de Aboutalebi de "inaceitável", de acordo com a porta-voz do Ministério de Relações Exteriores Marzieh Afkham. A representante disse também que Aboutalebi é um dos melhores diplomatas do país e argumentou que ele recebeu anteriormente um visto dos EUA.

Aboutalebi insistiu que seu envolvimento com o grupo envolvido na tomada da embaixada limitou-se a tradução e negociação. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Euairãonuvisto

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.