Casa Branca reafirma que não negociará com Taleban

O porta-voz da Casa Branca, Ari Fleischer, reafirmou que o governo dos EUA não vai abrir negociações com o movimento radical Taleban, do Afeganistão, e advertiu que os preparativos militares norte-americanos prosseguem."A mensagem do presidente ao Taleban hoje é a mesma que ele deu ontem (quinta-feira) à noite: que não haverá negociações nem discussões. Ele espera que o Taleban ceda às exigências que ele fez em seu discurso de ontem à noite, de cessar seus esforços para apoiar e proteger terroristas e entregá-los aos EUA", disse Fleischer.Horas antes, o embaixador do Afeganistão no Paquistão, Abdul Salam Zaeef, havia dito que o Taleban vai entregar Osama bin Laden, caso os EUA forneçam provas de que ele esteve por trás dos atentados terroristas do dia 11.Fleischer disse que os EUA não estabeleceram um prazo para que o Taleban ceda às exigências do presidente Bush, mas ressalvou que os EUA continuam seus preparativos para um conflito militar."O presidente deixou muito claro que os EUA estão se preparando para agir numa variedade ampla de frentes - militar, financeira e diplomática - e que essas ações serão dirigidas contra aqueles que se engajarem em terrorismo ou dê a ele proteção e apoio", afirmou o porta-voz.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.