Casa Branca rechaça pedido de desculpas ao Paquistão

A Casa Branca rechaçou nesta quinta-feira a hipótese de pedir desculpas ao Paquistão por causa de um bombardeio da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) que matou 24 soldados paquistaneses no final de semana passado, insistindo que uma investigação especial sobre o incidente ainda está em curso.

AE, Agência Estado

01 de dezembro de 2011 | 21h01

"Eu, ao falar pela Casa Branca e pelo presidente, ofereço os pêsames por esta trágica perda de vidas", disse o porta-voz da Casa Branca, Jay Carney. Mas tanto Carney como qualquer outro funcionário do governo dos EUA evitaram um pedido de desculpas.

As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.