Casa Branca reconhece oficialmente que voz é de Bin Laden

Análises técnicas determinaram que uma fita de áudio divulgada no domingo pela tevê árabe foi provavelmente gravada por Osama bin Laden, informou hoje o secretário de imprensa da Casa Branca, Scott McClellan. Na fita, o suposto líder da rede terrorista Al-Qaeda afirma que a guerra no Iraque marcou o início da ocupação dos países do Golfo Pérsico pelos Estados Unidos, que estariam querendo controlar o petróleo da região, e exortou os muçulmanos a manterem uma guerra santa no Oriente Médio.A voz na fita, divulgada pela tevê por satélite árabe Al-Jazira, se refere a acontecimentos recentes - como a captura em 13 de dezembro do ex-presidente iraquiano Saddam Hussein e iniciativas de paz para o conflito israelense-palestino. O orador pede aos muçulmanos para "continuarem com a jihad a fim de colocar em xeque as conspirações que são preparadas contra a nação islâmica". No programa "The Early Show", da rede americana CBS, o secretário de Segurança Interna dos EUA, Tom Ridge, também disse que "análises preliminares afirmam que a voz é de Osama bin Laden". O secretário do Exterior britânico, Jack Straw, disse hoje em Londres que trabalha com a assunção de que a voz é de Bin Laden. "Não existe dúvida de que a Al-Qaeda e suas redes ainda estão atuando. E pelo que sabemos, Osama bin Laden ainda está vivo", afirmou Straw. A Al-Jazira havia divulgado pela última vez uma fita de áudio atribuída a Bin Laden em outubro. A CIA também considerou aquela fita de áudio autêntica.MensagemA Al-Jazira divulgou a fita de áudio junto com uma foto de Bin Laden. "Minha mensagem é para incitar vocês contra as conspirações, especialmente aquelas expostas pela ocupação pelos cruzados de Bagdá sob o pretexto de (eliminar) armas de destruição em massa, e também pela situação em (Jerusalém) sob a fraude do roteiro para a paz e a iniciativa de Genebra", afirmou o orador.Um plano de paz para o Oriente Médio chamado Acordo de Genebra foi apresentado em 1º de dezembro por negociadores independentes israelenses e palestinos. A expressão "roteiro para a paz" refere-se ao plano apoiado pelos EUA que contempla o estabelecimento de um Estado palestino em 2005.Ibrahim Hilal, editor-chefe da Al-Jazira, disse que a rede recebeu a fita no domingo, mas não revelou como a conseguiu. Hilal não tem dúvidas de que a voz é de Bin Laden. "É a soberba e especial linguagem árabe de Bin Laden que é muito difícil ser igualada", explicou. A mensagem original tem 47 minutos, mas a rede divulgou apenas 14 minutos, afirmou Hilal.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.