Casa Branca rejeita novas negociações com Pyongyang

A Casa Branca rejeita a ideia de novas negociações multilaterais em torno do programa nuclear da Coreia do Norte e exigiu que o país asiático primeiro mude seu comportamento "beligerante". O secretário de Imprensa da Casa Branca, Robert Gibbs, disse hoje que não há planos por parte do governo de ouvir o relato do governador do Novo México, Bill Richardson, sobre a última viagem que fez à Coreia do Norte, de onde retornou esta semana.

AE, Agência Estado

21 de dezembro de 2010 | 18h41

Richardson declarou que Pyongyang voltaria a permitir a visita de inspetores da Organização das Nações Unidas (ONU) a seu principal complexo nuclear. Ele opinou que tal postura somada à ausência de retaliação norte-coreana a uma manobra militar da Coreia do Sul poderiam servir de base para uma nova rodada de negociações multilaterais.

Gibbs, no entanto, disse considerar que a Coreia do Norte "não está nem remotamente preparada" para negociar. Ele insistiu em que os EUA querem atitudes conciliatórias, e não palavras. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Coreia do NorteEUAnegociações

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.