Casa real britânica anuncia gravidez de Kate

Um ano e meio após casamento com príncipe William, casal espera o primeiro filho, que será o terceiro na linha de sucessão da família real britânica

LONDRES, O Estado de S.Paulo

04 de dezembro de 2012 | 02h06

O príncipe William e sua mulher, Kate Middleton, esperam o primeiro filho, informou um comunicado oficial da família real britânica. Aos 30 anos, a Duquesa de Cambridge está nas primeiras semanas de gestação. Kate e William, o segundo na linha de sucessão da coroa britânica, casaram-se em 29 de abril de 2011 na Abadia de Westminster, em Londres.

O assunto era o mais comentado no Twitter ontem. A gravidez foi descoberta após Kate ser admitida no Hospital Rei Eduardo VII, no centro de Londres, com náuseas matinais. O casal passava o fim de semana na casa dos pais dela no vilarejo de Bucklebury, em Berkshire, no sudeste da Inglaterra, quando Kate se sentiu mal. A notícia pegou de surpresa a rainha Elizabeth e o príncipe Charles, pai de William, além de outros integrantes da família real.

A gravidez tem menos de 12 semanas e Kate ainda ficará em observação no hospital por alguns dias. Ela cancelou compromissos que tinha durante toda a semana. Segundo informou o Palácio de Saint James, a duquesa foi hospitalizada com "hiperêmese gravídica", um caso tão grave de enjoos e vômitos que exige internação, pois a gestante corre o risco de sofrer desnutrição e desidratação.

O primeiro filho do casal será o terceiro na sucessão da coroa britânica ultrapassando o príncipe Harry, independentemente de ser menino ou menina. Será o primeiro sucessor a se beneficiar de novas regras na ordem de sucessão ao trono (mais informações nesta página). William é o segundo na linha sucessória após seu pai, o príncipe Charles.

A confirmação da gravidez fecha com chave de ouro um ano cheio de altos e baixos para o jovem casal real. O Jubileu de Diamante da rainha Elizabeth, em junho, renovou a popularidade dos integrantes da família real. Como parte das celebrações, William e Kate viajaram o mundo representando a monarca.

Sua popularidade resistiu ao primeiro escândalo envolvendo o casal, quando fotografias de Kate tomando sol de topless foram publicadas pela revista semanal francesa de fofocas Closer, em uma reportagem de cinco páginas, e se espalharam pela internet. O casal passava férias no sul da França quando as fotos foram feitas. "A última vez que vimos Kate e William em uma varanda era para seu casamento. Mas eles estavam vestindo mais roupas", dizia a legenda de uma das fotos.

A publicação reabriu o debate sobre a privacidade da família real da Grã-Bretanha e a liberdade de imprensa, poucas semanas depois de um site dos EUA ter publicado fotos do príncipe Harry, irmão mais novo de William, nu com uma mulher em um quarto de hotel de Las Vegas.

"As pessoas curtiram o romance real no ano passado e agora há isso. Uma boa notícia em meio a toda desgraça e tristeza", disse o editor executivo da revista Majesty, Joe Little, ao New York Times.

Especulações sobre quando o casal iniciaria uma família vinham sendo feitas desde o casamento. Mãe de William e Harry, a princesa Diana, morta em um acidente de carro em 1997, engravidou apenas quatro meses depois do casamento com o príncipe Charles. Diana também sofria de enjoos matinais e reclamava da atenção exagerada da mídia. "O mundo inteiro está vigiando o meu estômago", costumava dizer. Um ano depois, Diana engravidou novamente, mas perdeu o bebê nas primeiras semanas de gestação. Em 1984, teve o segundo filho, Harry.

O premiê David Cameron recebeu a notícia pouco antes do anúncio público e disse ter considerado "muito difícil manter a informação" em segredo. Para Cameron, William e Kate serão "pais absolutamente brilhantes". O filho do casal será o terceiro bisneto da rainha Elizabeth, mas é o primeiro herdeiro direto ao trono. Em viagem recente a Malásia, Cingapura, Ilhas Salomão e Tuvalu, pequeno país do Pacífico, William declarou que ele e Kate gostariam de ter dois filhos.

Catherine Elizabeth Middleton conheceu o príncipe William em 2001 quando estudava história da arte na Universidade de St. Andrews, na Escócia. Ela começou a namorar William em 2003 e, em outubro de 2010, o casal oficializou o noivado. Com a união, Kate foi nomeada Duquesa de Cambridge. / AP e NYT

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.