Casais gays podem ter casamento de conto de fadas na Disney

A Walt Disney mudou seu popular Casamento de Conto de Fadas para permitir cerimônias entre casais do mesmo sexo, que podem contar com a presença de Mickey e Minnie, os anfitriões dos parques de diversão.Um comunicado da empresa confirmou nesta sexta-feira, 6, que os casais do mesmo sexo podem participar dos mesmos pacotes de bodas que os parques Disney (Califórnia) e Walt Disney World (Flórida) oferecem a qualquer outro casal que deseja celebrar sua união entre os personagens.O pacote Casamento de Conto de Fadas custa no mínimo US$ 8 mil e inclui o planejamento do enlace matrimonial, cerimônia, comida, bebida e adornos florais. Também há a opção de luxo, que pode chegar a US$ 45 mil e acrescenta a carruagem da Cinderela - usada por Elizabeth Taylor - pajens vestidos para a ocasião que fazem soar suas trombetas quando o casal chega e a presença de Mickey e Minnie Mouse vestidos de gala.O serviço voltado aos casais gays é o mesmo que estava à disposição do público até agora. Antes, porém, a empresa solicitava uma licença válida de casamento dos estados da Califórnia e da Flórida, onde as uniões de pessoas do mesmo sexo não são permitidas.Os casais do mesmo sexo podiam celebrar suas núpcias nos parques, mas reservando salões preparados para convenções e fora das áreas habitualmente oferecidas às outras bodas. O porta-voz dos parques, Donn Walker, afirmou no comunicado que a decisão atual é consistente com a política de "inclusão para criar um ambiente de respeito e boas-vindas" a todos os hóspedes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.