Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Casal Clinton diz que devolverá móveis

O ex-presidente norte-americano Bill Clinton e sua esposa, Hillary Rodham Clinton, disseram que ficarão felizes em devolver os pomposos sofás, as cadeiras de junco e outros móveis levados por eles da Casa Branca, se estiver definido que os presentes foram dados para serem utilizados para decorar a mansão executiva dos futuros presidentes dos Estados Unidos. "Todos aqueles itens foram considerados por nós como presentes," disse Hillary, hoje uma senadora democrata pelo Estado de Nova York. "Pelo menos era isso o que dizia o registro permanente da Casa Branca. Mas se houver um desejo diferente, nós certamente honraremos a vontade dos doadores."O curador da Casa Branca está trabalhando ao lado da família Clinton para esclarecer eventuais confusões sobre se os itens levados pelo casal eram presentes pessoais ou se deveriam permanecer na mansão presidencial, informou o secretário de imprensa da Casa Branca, Ari Fleischer. Por meio de um comunicado, Bill e Hillary Clinton informaram que cada presente recebido por eles foi identificado pela Casa Branca como presente dado ao casal.De acordo com a família Clinton, nenhum dos presentes levados, inclusive mobílias avaliadas em US$ 23.000, estava na lista do curador como propriedade permanente da Casa Branca. "Nenhum presente saiu da Casa Branca sem aprovação dos escritórios do zelador e do curador", garantiu o casal Clinton no comunicado. "Certamente, se a Casa Branca determinar agora que houve um erro de catálogo, qualquer item questionado será imediatamente devolvido."

Agencia Estado,

06 de fevereiro de 2001 | 16h05

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.