Casal condenado por forjar câncer da filha

Um casal que admitiu ter inventado que a filha de 7 anos sofria de leucemia, para coletar milhares de dólares em donativos, foi condenado à prisão. Theresa Milbrandt cumprirá 6 anos e meio e seu marido, Robert, quatro anos e onze meses. A polícia diz que os casal Milbrandt fraudou 65 pessoas físicas e empresas, que deram dinheiro à família para o tratamento da menina. Estima-se que o casal tenha coletado US$ 31.000.As autoridades dizem que Theresa rapou a cabeça da filha e fez a menina tomar sedativos para simular os efeitos de uma quimioterapia, obrigou a menina a usar uma máscara cirúrgica e a submeteu a tratamento psicológico para prepará-la para a morte. No tribunal, a mãe leu uma carta pedindo desculpas à filha e à comunidade.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.