Michael Schade / AFP
Michael Schade / AFP

Casal de brasileiros escapa por pouco de vulcão em erupção na Nova Zelândia

Dupla relata que deixou local 10 minutos antes da explosão; segundo ela, passeio quase foi cancelado pois, no dia anterior, detectou-se uma atividade vulcânica

Jéssica Otoboni, O Estado de S.Paulo

09 de dezembro de 2019 | 09h02

Um casal de brasileiros que viajava pela Nova Zelândia escapou por pouco da erupção do vulcão White Island nesta segunda-feira, 9. Até o momento, 5 pessoas morreram e 18 ficaram feridas.

Em sua conta no Instagram, Aline Moura relatou os momentos de pânico vividos pela dupla, que fez um passeio pela região do vulcão minutos antes da explosão.

“A coisa mais louca da nossa vida acaba de acontecer. A gente passeou no vulcão, cerca de uma hora e pouco e, 10 minutos depois que a gente entrou em um bar, ele entrou em erupção”, contou a jovem.

Ela explicou que o barco em que estavam voltou, deu a volta na ilha, mas eles não sabiam se todos haviam conseguido sobreviver.

“A gente só espera que ninguém esteja machucado. Graças a Deus a gente está bem”, disse Aline.

Atividade vulcânica detectada no dia anterior

Ela afirmou que o passeio pelas proximidades do White Island era um dos mais esperados. Os guias ainda não haviam confirmado a ida ao local pois, no dia anterior, foi identificada uma atividade vulcânica. Apesar disso, decidiram seguir com o planejamento.

Aline disse que, ao se distanciarem com o barco do vulcão, era possível ver uma “nuvem gigantesca e negra”, além de pessoas com queimaduras, “algumas muito graves”.

“A gente teve muita sorte”, afirmou ela, aliviada.

Tudo o que sabemos sobre:
Nova Zelândia [Oceânia]vulcão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.