Casal é acusado de roubar 39 diamantes ao longo dos anos

Uma ex-funcionária de uma joalheria éacusada de roubar aproximadamente US$ 500.000 em diamantes desua empregadora, levando uma gema por vez ao longo de muitosanos, informou a polícia de Akron, no Estado americano de Ohio. Farrah Daly, de 26 anos, foi acusada na última sexta-feira deroubo qualificado e envolvimento em atividade corrupta. "Ela tinha acesso aos diamantes na área de seleção das jóias eos escondia quando saía do trabalho", disse o detetive PaulBralek. "Ela começou em 1999 e levava um por vez." O marido de Farrah, Michael Daly, de 26 anos, foi acusado deenvolvimento em atividade corrupta. Ambos foram libertadosmediante pagamento de US$ 100.000 em fiança. Um recado deixado hoje para Chris Manos, advogado do casal,ainda não foi respondido. A polícia acredita que 39 diamantes entre um e três quilatesforam roubados da Sterling Jewelers Inc.. pelo casal, que com aajuda de amigos vendia as jóias em casas de penhores e outrasjoalherias. Outras três pessoas foram indiciadas, informaramfontes judiciais. David Bouffard, porta-voz da Sterling, informou que FarrahDaly trabalhou para a joalheira durante mais de cinco anos. Elenão comentará as investigações.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.