Casal foge após erro de banco

Foram depositados US$ 6 milhões

, O Estadao de S.Paulo

23 de maio de 2009 | 00h00

O casal neozelandês Leo Gao e Kara Yang fugiu da Nova Zelândia depois que descobriu que cerca de US$ 6 milhões haviam sido depositados por engano em sua conta bancária. Funcionários do Banco Westpac afirmaram que Gao e Yang conseguiram escapar com US$ 4 milhões - o banco conseguiu recuperar os outros US$ 2 milhões, mas não disse como. O erro, segundo a direção do Westpac, foi cometido por um funcionário, que teria creditado uma quantia 100 vezes maior do que o limite aprovado para o casal, que era de US$ 60 mil. A polícia neozelandesa e a Interpol anunciaram ontem que iniciaram uma busca internacional ao casal, de origem chinesa, que estaria sendo procurado em Hong Kong e Pequim. Os dois são considerados fugitivos. Segundo as leis neozelandesas, tecnicamente o Gao e Yang cometeram um crime por apropriação indevida de uma quantia que pertence ao banco. A polícia afirmou que as investigações estão em andamento e ainda não decidiu se enquadraria o casal por fraude ou roubo. Mas o Westpac afirma que considera o dinheiro como roubado.Gao e Yang gerenciavam um posto de gasolina na cidade de Rotorua, no norte da Nova Zelândia. Desde o início do mês, de acordo com a polícia, há um pedido de falência em nome do posto, que amanheceu fechado na quinta-feira.Liz Brown, ombudsman do Banco Westpac, disse que em 15 anos no cargo ocorreram de 10 a 20 casos semelhantes. Sue Hurring, mãe de Kara, afirmou que a filha era uma pessoa honesta e fez um apelo em um canal de televisão. "Volte para casa já", pediu a mãe.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.