Casal nega ter entrado na Casa Branca sem convites

O casal que surpreendeu seguranças e imprensa ao entrar na Casa Branca sem convites negou hoje que não tenha sido convidado. Em sua primeira entrevista transmitida desde o ocorrido, Tareq Salahi disse ao canal "NBC" que o episódio foi "a coisa mais devastadora" que ocorreu consigo e com sua esposa, Michaele.

AE-AP, Agencia Estado

01 de dezembro de 2009 | 14h52

O porta-voz da Casa Branca, Robert Gibbs, em uma entrevista ao mesmo programa, manteve a posição do governo de que o casal Salahi não foi convidado. "Não foi um mal-entendido. Ninguém se apresenta à Casa Branca por acaso", disse Gibbs.

Salahi, no entanto, disse estar seguro de que "aparecerá a verdade" sobre as circunstâncias em torno de sua participação no jantar de Estado em honra ao primeiro-ministro da Índia, Manmohan Singh.

Salahi também disse que ele e sua esposa cooperam com o serviço secreto e têm um "enorme respeito" pelo presidente Barack Obama. "Nos entristece muito que nos apresentam como penetras. Só posso dizer que não entramos sem convites na Casa Branca", argumentou Salahi.

Hoje, Gibbs disse que o presidente e sua esposa, Michelle Obama, estavam "contrariados com o incidente". "O presidente e sua esposa se disseram indignados com o que aconteceu", afirmou Gibbs.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.