Casamento do príncipe William tem 1,9 mil convidados

Os convites do casamento do príncipe William do Reino Unido e sua noiva, Kate Middleton, foram enviados hoje para cerca de 1,9 mil convidados. O palácio de St. James informou neste domingo que militares e funcionários de instituições beneficentes se misturarão com a realeza e com diplomatas, além da família e dos amigos do casal, na cerimônia que será celebrada na abadia de Westminster em 29 de abril.

AE, Agência Estado

20 de fevereiro de 2011 | 17h02

A rainha Elizabeth II e o duque de Edimburgo liderarão um grupo de 50 membros da família real britânica no casamento. Cerca de 40 representantes de famílias reais de outros países, como Espanha, Suécia, Noruega, Dinamarca e Grécia, também devem comparecer.

Segundo o escritório de William, mil convidados são familiares e amigos do príncipe, da noiva e de seus pais. Aproximadamente 80 pessoas representarão grupos de caridade que William apoia, como o Tusk e o Centrepoint. Serão 30 membros das forças armadas, entre eles colegas de William na unidade de pesquisa e resgate da Royal Air Force.

Cerca de 600 pessoas comparecerão a um almoço de recepção no palácio Buckingham, recebidos pela rainha, mas apenas 300 foram convidadas para um jantar formal e um baile de casamento no palácio. Ainda não se sabe se foram convidadas celebridades como o cantor Elton John, amigo da princesa Diana, mãe de William, ou o cantor Kanye West, que cantou em um show de homenagem a Diana em 2007.

O jornal inglês Sunday Express relatou que o jogador de futebol David Beckham e sua esposa Victoria estão na lista de convidados. William trabalhou com Beckham numa tentativa fracassada de levar a Copa do Mundo de 2018 para a Inglaterra. O escritório de Beckham não confirmou se o jogador e sua esposa comparecerão ao casamento.

Uma convidada já descartada é a duquesa de York, Sarah Ferguson, ex-mulher do tio de William, o príncipe Andrew. Em comunicado, o escritório de William insistiu que não vai revelar detalhes sobre os convidados.

O historiador Hugo Vickers afirmou que os detalhes divulgados até agora mostram que os membros do público comum não terão papel central no casamento. "Acho que isso nos diz que eles são um casal muito tradicional", comentou. "Parece-me um tipo de lista muito sensato e previsível, tentando equilibrar a necessidade de convidar todas as pessoas que deverão estar lá - porque William será rei um dia - com a de chamar aqueles que querem estar lá." As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Inglaterracasamentopríncipe

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.