Caso da Coréia do Norte será levada ao Conselho de Segurança da ONU

A agência nuclear da Organização das Nações Unidas (ONU) levará em breve o caso da crise nuclear norte-coreana ao Conselho de Segurança (CS) da entidade, informou nesta quarta-feira um enviado norte-americano. Segundo a fonte, isto pode ocorrer ainda esta semana. Uma medida como esta provavelmente enfureceria o governo da Coréia do Norte, para o qual a disputa sobre seu desenvolvimento nuclear diz respeito somente a Washington e não compete a terceiros. Em diversas ocasiões, Pyongyang avisou ser contra o encaminhamento da questão ao organismo internacional.O CS da ONU poderia aplicar sanções econômicas ou políticas contra a Coréia do Norte, medida esta que equivaleria a uma declaração de guerra, segundo o governo de Pyongyang. Entretanto, um funcionário do setor energético norte-coreano informou que um reator nuclear no centro desta disputa começará a gerar eletricidade "dentro de algumas semanas", informou hoje um jornal norte-coreano publicado no Japão."Atualmente estamos acelerando o processo", disse o vice-ministro norte-coreano de Indústrias, Eletricidade e Carvão, Shin Yong Sung, ao jornal Choson Sinbo, publicado pela Associação Geral de Coreanos Residentes no Japão.A tensão aumentou em outubro, quando os Estados Unidos afirmaram que a Coréia do Norte teria reconhecido um programa secreto de armas nucleares, em violação a um acordo de 1994, admissão esta mais tarde negada por Pyongyang.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.