Catalã Ana María Matute vence Prêmio Cervantes

A escritora catalã Ana María Matute venceu hoje o Prêmio Cervantes de literatura, o mais prestigioso das letras espanholas. Ana María, de 85 anos, é considerada uma das autoras mais importantes da época posterior à Guerra Civil Espanhola (1936-1939).

AE, Agência Estado

24 de novembro de 2010 | 13h09

Entre as obras da premiada estão "Los Abel", "Pequeño teatro" e "Los soldados lloran de noche", que retratam a sociedade da época e as consequências do conflito para o país europeu. A romancista espanhola, nascida em Barcelona, também se destacou como escritora de histórias para crianças, entre elas "Paulina, el mundo y las estrellas" e "El saltamontes y el aprendiz".

Em entrevista coletiva, a autora reconheceu a alegria de vencer o prestigioso prêmio. Ela é a terceira mulher a receber o Cervantes, nos 35 anos do prêmio. As outras foram a espanhola María Zambrano, em 1988, e a cubana Dulce María Loynaz, em 1992.

O prêmio inclui 125 mil euros (US$ 166.850) e foi criado em 1975, pelo Ministério da Cultura espanhol, para reconhecer um escritor que, com o conjunto de sua obra, enriqueceu o legado literário hispânico, seja na Espanha ou do outro lado do Atlântico.

No ano passado, o prêmio ficou com o mexicano José Emilio Pacheco. Há uma regra não escrita que alterna o prêmio entre um latino-americano e um espanhol. Como é tradição, o rei Juan Carlos entregará o prêmio a Ana María em 23 de abril, em solenidade realizada em Alcalá de Henares. As informações são da Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.