Catalunha: Líder defende referendo sobre independência

O líder do governo da Catalunha, Artur Mas, defendeu a realização de um referendo para decidir sobre uma possível independência da Espanha. "Como se sabe se um povo é uma nação? Vamos votar. Se a maioria se vê como uma nação, em uma democracia é preciso escutar isso e, de uma maneira conjunta, encontrar uma solução", comentou em uma entrevista coletiva, segundo noticiado pelo jornal El País.

ÁLVARO CAMPOS, DA AE, Agência Estado

13 de setembro de 2012 | 11h30

Em sua fala, Mas não utilizou a palavra "independência" nenhuma vez, mas deixou muito claro que a Catalunha deve ser um Estado. "Eu acredito que acontece entre a Catalunha e a Espanha o mesmo que acontece entre o norte e o sul da Europa. A Europa do norte se cansou da Europa do sul, e a Europa do sul se cansou da Europa do norte. Creio que entre a Catalunha e a Espanha também há um cansaço mútuo. A Catalunha se cansou de não progredir e a Espanha se cansou da forma de agir da Catalunha.", afirmou.

O líder catalão afirmou que sua região precisa de soberania, mas dentro da União Europeia (UE). "Nós não ficamos loucos, queremos fazer isso dentro da UE e dentro do euro", comentou. Artur Mas também evitou um confronto direto com o primeiro-ministro da Espanha, Mariano Rajoy. "Por parte dele, há vontade de escutar nossas propostas", comentou.

Na terça-feira, quando a Catalunha celebrou sua data nacional, 1,5 milhão de pessoas saíram às ruas de Barcelona em defesa da independência da região, segundo cálculos da polícia local. Barcelona tem 1,6 milhão de habitantes.

Tudo o que sabemos sobre:
EspanhaCatalunhaindependência

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.