Catalunha proíbe touradas na região

Parlamento da região votou pela proibição depois de receber petição com 180 mil assinaturas

BBC

28 de julho de 2010 | 08h21

Ativistas comemoram proibição das touradas na Catalunha.

 

BARCELONA - O Parlamento da região autônoma da Catalunha decidiu nesta quarta-feira, 28, proibir as touradas, transformando a província na primeira região da Espanha continental a banir a prática. A votação foi resultado de uma petição levada ao Parlamento com a assinatura de 180 mil pessoas que diziam que a prática é bárbara e antiquada. A proibição começa a ter efeito em janeiro de 2012.

Aqueles que são favoráveis às touradas insistem que as corridas, como são chamadas na Espanha, são uma tradição importante que deve ser preservada. Grupos pró-touradas temem que a proibição possa inspirar uma onda de campanhas semelhantes no resto da Espanha. Eles dizem que as touradas são uma forma de arte e que a medida ameaça o meio de vida de milhares de pessoas.

Consciência

A medida foi aprovada por 68 a favor, enquanto 55 votos foram contrários à proibição. Tambén houve nove abstenções. A votação foi apertada porque os dois principais partidos presentes no Parlamento suspenderam a fidelidade partidária, tomando a rara decisão de permitir que seus membros votassem de acordo com suas consciências.

Enquanto o debate oficial é sobre os direitos dos animais, muitos acreditam que o processo seja uma tentativa da Catalunha - onde há um movimento nacionalista pró-independência - marcar sua diferença do resto da Espanha, rejeitando uma das mais conhecidas tradições do país.

A principal arena de touradas de Barcelona é uma das mais antigas da Espanha, mas o apoio à prática vem caindo entre os moradores da cidade.

 

BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Tudo o que sabemos sobre:
catalunhatouradasproibiçãoespanha

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.