"Cavallo cria polêmica para desviar atenção"

O ex-presidente do Banco Central Gustavo Loyola, sócio da Consultoria Tendências, disse nesta quarta-feira à Agência Estado que não vê condições para que o Brasil e o Mercosul venham a adotar o sistema de conversibilidade argentino como sugeriu o ministro da Economia da Argentina, Domingo Cavallo."Acho que isso é uma loucura e que ele (Cavallo) diz essas coisas como uma maneira de criar polêmica", disse Loyola.Para ele, "Cavallo precisa desviar a atenção do problema de difícil solução que ele tem nas mãos - fazer a Argentina crescer no atual contexto econômico e com a conversibilidade do câmbio - e criar outros temas para as pessoas falarem".Este seria o caso também da declaração de Cavallo de que a tarifa externa comum no Mercosul "é uma palhaçada".Segundo Loyola, o Mercosul precisa ter tarifa externa comum para ser um mercado comum, ou não passará de uma zona de livre comércio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.