C.do Sul convida católicos do Norte para visita do papa

A Igreja Católica da Coreia do Sul pediu à Coreia do Norte que autorize a viagem de dez fiéis católicos para participarem da missa que o papa Francisco irá celebrar durante a sua visita à Seul no mês de agosto.

AE, Agência Estado

15 Julho 2014 | 03h01

A visita do pontífice, programada para ocorrer entre 14 e 18 de agosto, será a primeira de um papa à península da Coreia em 25 anos.

A arquidiocese de Seul informou na terça-feira que espera que a Coreia do Norte responda à solicitação no começo de agosto. O porta-voz da arquidiocese, padre Hur Young-yup, disse que havia cerca de 50 mil católico na Coreia do Norte antes da Guerra das Coreias, que ocorreu entre 1950 e 1953.

A Constituição da Coreia do Norte garante a liberdade de culto, porém na prática somente os serviços autorizados são tolerados pelo governo. Fonte: Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.