CE prepara 34 milhões em ajuda humanitária para os palestinos

A Comissão Européia prepara um pacote de ajuda humanitária para os palestinos de 34 milhões de euros, confirmou nesta sexta-feira o porta-voz de Desenvolvimento e Ajuda Humanitária do Executivo comunitário, Amadeo Altafaj.O pacote será apresentado aos Estados-membros da União Européia nos próximos dias pelo comissário de Desenvolvimento e Ajuda Humanitária, Louis Michel, disse Altafaj em entrevista coletiva."A nova situação nos territórios palestinos aumenta a pressão sobre a ajuda humanitária", segundo Altafaj, que lembrou que 1,4 milhão de palestinos dependem de ajuda humanitária há anos.Segundo a mesma fonte, a ajuda humanitária é canalizada pelas ONGS e as agências da ONU e é "neutra", por isso não está ligada à decisão da UE de suspender a ajuda direta por meio do governo palestino, por causa da negativa do grupo no poder, o Hamas, de renunciar à violência, de reconhecer Israel e de aceitar os acordos de paz existentes.Os novos fundos da CE estarão destinados à ajuda alimentícia, à água e aos setores de saúde e saneamento, explicou o porta-voz.Por sua parte, a porta-voz de Assuntos Exteriores da Comissão, Emma Udwin, disse que é preciso distinguir entre ajuda humanitária e a ajuda direta por meio da Autoridade Nacional Palestina (ANP), que continua suspensa.Até agora, a suspensão afeta cerca de 31 milhões de euros, mas pode alcançar outros fundos no futuro, segundo Udwin.Os membros do quarteto para o Oriente Médio - EUA, UE, ONU e Rússia - se reunirão em Nova York no próximo dia 9 para estudar novos mecanismos que permitam fazer a ajuda chegar à população palestina sem passar pelo governo da ANP.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.