REUTERS/John Stillwell/Pool
REUTERS/John Stillwell/Pool

Celebridades assinam petição por Assange

O dissidente chinês Ai Weiwei e o cineasta mexicano Alfonso Cuarón são algumas das celebridades que assinaram um documento pedindo às autoridades que deixem o fundador do Wikileaks sair livremente da Embaixada do Equador em Londres

O Estado de S. Paulo

01 de março de 2016 | 22h35

O dissidente chinês Ai Weiwei e o cineasta mexicano Alfonso Cuarón são algumas das celebridades que assinaram um documento pedindo às autoridades que deixem o fundador do Wikileaks, Julian Assange, sair livremente.

No total, 500 pessoas assinaram o texto, divulgado nesta terça-feira, e dirigido ao Reino Unido e à Suécia, e  se ampara na resolução de um papel judicial da ONU, que concluiu que Assange está detido "arbitrariamente" na embaixada do Equador em Londres.

O australiano buscou refúgio na representação diplomática há quatro anos, quando esgotou todos os recursos legais para evitar sua extradição à Suécia, que exige sua presença para interrogá-lo como suspeito de estupro.

"Pedimos à Suécia e ao Reino Unido que respeitem a natureza vinculante dos acordos de direitos humanos nos quais se baseia a decisão" da ONU, diz a petição, difundida pelos porta-vozes de Assange.

Além dos citados, entre os signatários estão a estilista britânica Vivienne Westwood, o cineasta americano Oliver Stone, a jornalista mexicana Carmen Arístegui, o cantor cubano Silvio Rodríguez e a romancista indiana Arundhati Roy. / AFP 

Mais conteúdo sobre:
Grã-BretanhaWikiLeaksAssange

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.