Celebridades de Hollywood dão apoio a Obama

Antes de um grande evento paraangariar fundos programado para a próxima semana, váriosgrandes nomes de Hollywood estão manifestando seu apoio àcandidatura presidencial do democrata Barack Obama, depois deterem apoiado sua antiga rival Hillary Clinton. Especialistas dizem que, desde que Hillary reconheceu aderrota de sua pré-candidatura neste mês muitas celebridadesvêm rapidamente se unindo atrás de Obama. O resultado pode ser muito dinheiro para a campanha dosenador do Illinois, mas o apoio de estrelas nãonecessariamente se traduz diretamente em votos. O evento que acontecerá na terça-feira no centro de LosAngeles deve atrair muitas estrelas de Hollywood e incluir umaapresentação do cantor Seal. Os ingressos custam 2.300 dólarescada. O diretor Steven Spielberg e seu sócio no estúdioDreamWorks, David Geffen, além do executivo-chefe da DreamWorksAnimation, Jeffrey Katzenberg, estão organizando outro eventopara atrair recursos para Obama mais tarde no ano, disse AndySpahn, consultor dos três cineastas. A analista Sherry Bebitch Jeffe, da Universidade do Sul daCalifórnia, disse: "Quando uma celebridade de Hollywood quer,consegue levantar fundos com eficiência". "Barbra Streisand, se você a colocar num concerto,levantará fortunas para os democratas. Bruce Springsteen,também." Mitchell Schwartz, que dirigiu a campanha de Obama naCalifórnia durante as primárias, disse que o apelo do senadorpor Illinois em Hollywood vinha sendo restrito até agora. "Acho que Hillary teria tido mais apoio em Hollywood",disse ele. ALINHANDO AS ESTRELAS Outras celebridades que apoiam Obama incluem aapresentadora de TV Oprah Winfrey e os atores Robert De Niro,Tom Hanks, Scarlett Johansson e Halle Berry. O bilionário Geffen incomodou a muitos em Hollywood quando,no ano passado, deixou de apoiar Hillary para apostar em Obama. Vencedor do Oscar, Tom Hanks deu dinheiro ao fundo dedefesa legal de Bill Clinton quando ele foi presidente, masendossou Obama com um vídeo online no início de maio, quandoHillary ainda estava em campanha. Durante as primárias, Obama teve dificuldade em atrair oseleitores hispânicos em alguns Estados. Para os analistas, arazão disso é que alguns hispânicos relutam em votar numcandidato negro. Mas um vídeo pró-Obama falado em espanhol e trazendo osatores hispânicos Jessica Alba, de "The Love Guru", JohnLeguizamo, de "The Happening", e o humorista George Lopez, jáatraiu mais de 250 mil espectadores no site YouTube.com. O provável candidato republicano John McCain também temcelebridades que o apoiam, incluindo os atores Robert Duvall eSylvester Stallone.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.