Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Celular chega à menor aldeia da China, no Tibete

A aldeia de Yumai, no município de Lhunze, no Tibete, conta com apenas sete casas

EFE,

08 de dezembro de 2007 | 05h03

Os 27 habitantes da menor localidade da China, nas montanhas do Himalaia, já dispõem do serviço de telefonia celular, informou neste domingo a agência "Chinanews". A aldeia de Yumai, no município de Lhunze, no Tibete, conta com apenas sete casas, que costumam ficar isoladas do resto do mundo com as nevascas de inverno. Há 10 anos, Yumai era habitada apenas por uma família: Sang Qu Ba, o pai e secretário do Partido Comunista, e suas duas filhas, Zhuo Ga, a prefeita, e Zong Yang, a única "cidadã". A melhora da ainda muito deficiente rede de transportes atraiu novos habitantes. Hoje, a população é de 27. A rede de telefonia celular da aldeia pertence à China Mobile, a maior empresa de telefonia do mundo em número de clientes, com 300 milhões de usuários.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.