Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Censura na China faz Google redirecionar buscas online

O Google anunciou que parou de censurar seu serviço de busca online na China, afirmando que vai redirecionar os usuários que acessarem o endereço www.google.cn para ferramentas de busca de sites, imagens e notícias livres de censura que funcionam a partir de servidores em Hong Kong.

AE, Agencia Estado

22 de março de 2010 | 17h49

A companhia, no entanto, não está saindo da China, segundo um porta-voz, e continuará oferecendo serviços no país que não precisem ser censurados, como o Google Maps. Também permanecerão funcionando as unidades de vendas e de pesquisa e desenvolvimento do Google na China. O porta-voz acrescentou que "é muito cedo" para definir o que acontecerá com os 600 funcionários da empresa no país e disse que eles podem ser realocados.

O Google também anunciou a medida em seu blog oficial. De acordo com a companhia, a decisão foi tomada após o "governo chinês ter deixado muito claro durante as discussões que a autocensura era um requerimento legal que não era negociável".

O texto afirma também que a medida é "inteiramente legal e vai aumentar significativamente o acesso à informação para as pessoas na China", embora afirme que o Google está ciente da possibilidade de o governo chinês bloquear o acesso aos serviços de busca da empresa. As informações são da Dow Jones.nome

Fonte: Financial Times

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.