Kevin Hagen/Getty Images/AFP
Kevin Hagen/Getty Images/AFP

Centenário do massacre de 1,5 milhão de armênios é relembrado em Nova York

Comício levou centenas à Times Square para pedir que governo reconheça genocídio

Estadão Conteúdo

26 de abril de 2015 | 19h37

Uma manifestação na Times Square, em Nova York, neste domingo, marcou o centenário do massacre de 1,5 milhão de armênios no Império Turco-Otomano, hoje território da Turquia.

O comício, que ocorreu durante a tarde de domingo, levou às ruas centenas de pessoas que pedem que o governo dos Estados Unidos reconheça as mortes como genocídio.

Em discurso recente, o Papa Francisco classificou o massacre como genocídio, uma opinião bastante aceita por acadêmicos. Entretanto, a Turquia nega que o episódio constitua um genocídio, afirmando que o número foi aumentado e que as mortes ocorreram por causa da guerra civil e doenças.

A manifestação em Nova York é patrocinada pelo Comitê Americano do Centenário do Genocídio Armênio. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
EUAArmêniaTurquiamassacre

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.