Centenas dão pêsames à tribo de Saddam em Tikrit

Centenas de pessoas, oriundas de diferentes províncias do Iraque, chegaram nesta quarta-feira à cidade de Tikrit, capital da província sunita de Salahedin, para apresentar suas condolências à tribo do ex-presidente iraquiano Saddam Hussein. Fontes ligadas à família de Saddam disseram à Efe que grupos de pessoas, vindos de Bagdá, Ramadi, Diyala, Mossul e Kirkuk, chegaram ao povoado de Awja, a cerca de 170 quilômetros de Bagdá, paradar os pêsames à tribo e aos familiares do ex-ditador. As mesmas fontes acrescentaram que representantes de famílias árabes das cidades de Karbala, Basra, Al Nassiriya e Najaf chegaram na terça em Awja.Quase todos trouxeram cordeiros sacrificados e bandeiras de suas tribos, em cumprimento de uma tradição do sul do Iraque, que exige este tipo de procedimento nos funerais. Os visitantes condenaram a execução de Saddam Hussein, e disseram que seu enforcamento viola a lei, os costumes tribais e os valores da sociedade iraquiana e islâmica.Saddam Hussein foi executado na madrugada de sábado, e foi enterrado em um túmulo próximo do de seus filhos Uday e Qusay, mortos em 2003, após a invasão americana.Por outro lado, fontes do Ministério do Interior iraquiano informaram que homens armados mataram nesta quarta-feira um civil iraquiano nacidade de Faluja, a 50 quilômetros do oeste de Bagdá. A polícia disse à Efe que um grupo armado matou nesta quarta, em Younes, Mohammed Khalifa, funcionário da comissão dereconstrução de Faluja.Por sua vez, Exército americano disse que suas forças prenderam quatro supostos milicianos, após uma batida na zona sul de Faluja.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.