Centenas de ciclistas presos em protesto contra Bush

No primeiro grande choque entre a polícia e manifestantes antes da Convenção Nacional Republicana, 264 pessoas foram detidas durante um protesto de milhares de ciclistas pelas ruas de Nova York. A polícia alegou que os ciclistas, gritando slogans contra Bush, atrapalharam o trânsito e puseram motoristas em risco durante o passeio noturno que começou na Union Square e passou em frente do Madison Square Garden, onde será realizada a partir de segunda-feira a convenção republicana. Os participantes afirmam ter feito um manifestação pacífica e que as detenções foram um uso excessivo da força. A polícia havia entregue panfletos advertindo os ciclistas para andarem no máximo em pares, e muitos ignoraram o aviso, explicou o comissário Paul Browne. Um participante teria sido detido por jogar uma lata de cerveja contra um policial, que não ficou ferido, acrescentou. Os protestos prosseguiram na manhã deste sábado, com centenas de mães empurraram seus filhos pequenos em carrinhos pela Ponte do Brooklyn. "Bush está acabando com o futuro de nossos filhos. Guerras preventivas tiram dinheiro do atendimento à infância", explicou Malissa Smith, durante a manifestação "Mães Contra Bush". O protesto foi liderado por duas crianças de quatro anos levando uma faixa onde se lia "Crianças pró-Kerry".

Agencia Estado,

28 de agosto de 2004 | 16h06

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.