EFE/ABIR SULTAN
EFE/ABIR SULTAN

Centenas garrafas de bebida da 1.ª Guerra são encontradas em escavação

Elas foram resgatadas perto da cidade israelense de Ramla e mostram como era a vida entre soldados britânicos na época

O Estado de S.Paulo

24 de março de 2017 | 05h00

JERUSALÉM - Arqueólogos israelenses faziam uma escavação para encontrar itens do Paleolítico Médio na região central do país quando toparam com uma curiosa descoberta: centenas de garrafas de bebida alcoólica pertencentes às tropas britânicas da 1.ª Guerra, informou a Autoridade de Antiguidades de Israel.

Na escavação, perto de Ramla, onde está sendo construída uma estrada, foram encontradas ferramentas de sílex de mais de 250 mil anos, mas também várias garrafas, principalmente de licor, de mais de um século de antiguidade, entre os escombros de um edifício destruído, que havia sido utilizado como abrigo pelas tropas britânicas.

"Esta descoberta nos dá a oportunidade de ver a parte não escrita da história e reconstruir pela primeira vez a vida diária e de lazer dos soldados. Ao lado de baixelas quebradas e talheres havia uma quantidade enorme de garrafas, 70% delas de licor. Parece que os soldados aproveitaram uma folga no meio da tensão e frequentemente bebiam álcool", afirmou o diretor da escavação, Ron Toueg.

Brigitte Ouahnouna, investigadora do Departamento de Vidros da Autoridade de Antiguidades de Israel, afirmou, por sua vez, que as garrafas também continham vinho, cerveja, refrigerante, gin (incluída da marca Gordon) e uísque. Procediam da Europa e são "um fascinante testemunho da vida dos militares britânicos há um século", acrescentou.

No local também foram encontrados botões de uniformes, fivelas de cinto e instrumentos do Exército britânico. / EFE

Tudo o que sabemos sobre:
Europa

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.