Centenas protestam contra Putin em Moscou

As autoridades russas mostraram ontem uma tolerância incomum ao permitir que centenas de opositores do presidente eleito, Vladimir Putin, fizessem uma manifestação na Praça Vermelha, em Moscou. Os russos ostentavam fitas brancas para demonstrar que seu ato era pacífico. Quando a ativista Yevgeniya Chirikova tentou erguer uma tenda para expressar sua insatisfação contra o governo eleito em março, porém, foi detida junto com outros dois militantes. Nos meses que antecederam a última eleição, os russos organizaram protestos que foram reprimidos com violência.

O Estado de S.Paulo

09 de abril de 2012 | 03h04

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.