Centro de tratamento de ebola já atende cem pacientes

Centro de tratamento de ebola já atende cem pacientes

Libéria inaugura hospital para tratar pacientes com o vírus; país é o mais afetado por epidemia

Estadão Conteúdo

22 de setembro de 2014 | 15h30

O maior centro de tratamento de ebola da Libéria já está atendendo 112 pacientes nesta segunda-feira, apenas um dia após a sua abertura. Autoridades de saúde informaram que, por enquanto, apenas 46 pacientes atendidos foram diagnosticados com o vírus. As outras pessoas internadas estão sendo mantidas em observação e estão recebendo tratamento para outras doenças, como malária.

O centro de tratamento de 150 leitos abriu no domingo. A Libéria, atualmente, é o país mais afetado pela epidemia de ebola no oeste da África. De acordo com as novas estimativas, divulgadas nesta segunda-feira pela agência de saúde da Organização das Nações Unidas (ONU), cerca de 5.800 pessoas foram infectadas pelo vírus na Libéria, Serra Leoa, Guiné, Nigéria e Senegal. Ainda segundo os números da ONU, o surto de ebola já causou mais de 2.800 mortes da região. Fonte: Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
Libériaebolatratamento

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.