Centro-esquerda vence eleição na Dinamarca

O primeiro-ministro da Dinamarca, Lars Loekke Rasmussen, reconheceu na noite desta quinta-feira a derrota da sua coalizão de centro-direita nas eleições parlamentares, após dez anos de governo conservador. A candidata de centro-esquerda Helle Thorning-Schmidt deverá ser a primeira mulher a governar o país no cargo de premiê.

AE, Agência Estado

15 Setembro 2011 | 19h44

"Mais cedo nesta noite eu telefonei para Helle Thorning-Schmidt. Eu a congratulei pela vitória e lhe disse que agora ela tem a chance de formar um novo governo para a Dinamarca", disse Rasmussen a partidários em Copenhague.

Pesquisas publicadas mais cedo indicavam que os social-democratas venceriam a eleição, derrotando o Povo do Povo da Dinamarca. Rasmussen afirmou que na sexta-feira apresentará a renúncia do governo à rainha da Dinamarca.

Um levantamento feito mais cedo nesta quinta-feira pela TV2, publicado pela Associated Press, mostrava que a oposição conquistou 93 das 179 cadeiras no Parlamento e que as 86 restantes ficaram com o atual governo. Uma outra pesquisa feita pelo instituto DR, que não considera as quatro cadeiras dos territórios semiautônomos da Groenlândia e ilhas Faroe, indicava que a oposição venceu por cinco assentos.

As informações são da Associated Press e da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.