Cerca de 150 mil refugiados sírios buscam ajuda da ONU

A agência de refugiados da Organização das Nações Unidas (ONU) informou que cerca de 150 mil pessoas que fugiram da guerra civil na Síria buscaram ajuda da organização, número de deve subir substancialmente.

AE, Agência Estado

10 de agosto de 2012 | 08h50

O porta-voz Adrian Edwards disse que funcionários da agência no Líbano, Turquia, Jordânia e Iraque relataram grandes aumentos do numero que pessoas que se registraram ou estão no processo de registro como refugiados nesta semana.

Edwards disse aos jornalistas em Genebra, nesta sexta-feira, que "sabemos que há uma população substancial de refugiados que ainda não se registrou" em vários países.

Segundo ele, o número de refugiados sírios na Turquia chegou a 50.227, incluindo mais de 6 mil que chegaram nesta semana. Muitos são provenientes da cidade sitiada de Alepo. Edwards revelou que há 45.869 refugiados sírios na Jordânia, 36.841 no Líbano e 13.587 no Iraque.

Mas um funcionário da Administração para Desastres e Emergências da Turquia informou que mais de 2.500 sírios entraram no país na noite de quinta-feira, elevando o número de refugiados para cerca de 53 mil. Ele se negou a dar o número exato de refugiados sírios no país, afirmando que as pessoas continuam a chegar e que medidas de segurança tomadas na entrada do país têm diminuído o fluxo. As informações são da Associated Press e da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
SíriarefugiadosONU

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.