Felipe Trueba/Efe
Felipe Trueba/Efe

Cerca de 2 mil pessoas protestam contra ditadura no Chile

Manifestações ocorreram em um evento em homenagem a um ex brigadeiro do Exército

Efe,

22 de novembro de 2011 | 11h23

PROVIDENCIA (CHILE) - Cerca de duas mil pessoas vítimas da ditadura (1973-1990) realizaram um protesto em Santiago em repúdio a um evento de homenagem ao ex brigadeiro do Exército chileno, Miguel Krassnoff. O militar cumpre uma condena de 144 anos de prisão por violações dos direitos humanos durante a ditadura.

 

Os protestos aconteceram quando diversos convidados chegaram à reunião, convocada pelo prefeito da cidade de Providencia, Cristián Labbé, ex-guarda-costas do ditador Augusto Pinochet.

 

Os convidados foram recebidos com uma chuva de golpes, ovos e insultos.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.