Alexander Zemlianichenko / AP
Alexander Zemlianichenko / AP

Cerca de 237 mil imigrantes cruzaram o Mediterrâneo em 2015 para chegar à Europa

Se ritmo continuar, número de pessoas que terão feito a travessia chegará a 250 mil até o final do mês de agosto

O Estado de S. Paulo

14 de agosto de 2015 | 11h46

GENEBRA - O número de imigrantes que cruzou o Mediterrâneo em 2015 para chegar à Europa já está em 237 mil e superou o total dos que conseguiram fazer a travessia no ano passado, afirmou nesta sexta-feira, 14, a Organização Internacional de Migrações (OIM).

A média de resgates diários de embarcações com imigrantes nestas águas está acima de mil e se concentram, sobretudo, no litoral de ilhas de Itália e Grécia.

Os dados totais incluem as chegadas por mar de imigrantes ao litoral de Espanha e Malta, outros dois países afetados pelo movimento.

Nesse ritmo, os imigrantes que terão conseguido atravessar o Mediterrâneo chegarão a 250 mil até o final de agosto.

Ao longo de 2014, um total de 219 mil imigrantes completaram a perigosa travessia em busca de uma vida melhor na Europa.

As mortes no Mediterrâneo também bateram um recorde este ano e, com os dois naufrágios registrados na semana passada, as mortes chegam a 2.030, destacou a organização. /EFE

Tudo o que sabemos sobre:
imigraçãoEuropaMediterrâneo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.