Cerca de 40 vítimas de acidente aéreo paquistanês já foram identificadas

Airbus da companhia Air Blue tinha 152 ocupantes, quando caiu em Islamabad

Efe,

29 de julho de 2010 | 05h05

NOVA DÉLHI - As autoridades paquistanesas identificaram cerca de 40 corpos das vítimas mortais do avião da companhia Air Blue que se acidentou na quarta-feira nas Colinas de Margala, em Islamabad, informa uma fonte oficial nesta quinta, 29.

O subinspetor da Polícia de Islamabad, Bin Yamin, em contato telefônico, explicou que os corpos foram entregues a seus familiares após terem sido identificados graças a objetos encontrados na zona do acidente.

Os 152 ocupantes do Airbus da companhia paquistanesa que fazia a rota Karachi-Islamabad faleceram em decorrência do acidente, que aconteceu poucos minutos antes da hora prevista para a aterrissagem do aparelho.

Yamin acrescentou que todas as vítimas identificadas até agora são paquistanesas, e disse que não tinha informação sobre "nenhum estrangeiro (identificado)".

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, disse, em mensagem de condolência às famílias e amigos dos falecidos, na quarta-feira, que entre os passageiros havia dois americanos.

A identificação dos falecidos aconteceu graças à recuperação de objetos pessoais como documentos de identidade, cartões de crédito, talões de cheques e telefones celulares junto aos restos mortais.

A fonte disse que, nesta quinta-feira, dia de luto no país, serão realizados testes de DNA com o objetivo de identificar as outras vítimas de forma mais rápida possível.

As condições climatológicas ruins causaram a suspensão dos trabalhos de resgate, que serão reiniciados depois que as chuvas cessarem.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.