Charles Platiau/REuters
Charles Platiau/REuters

Cerca de dois mil passageiros são retirados de aeroporto na França

Ação foi uma medida preventiva devido a um homem que adentrou uma zona restrita; oito voos foram cancelados

O Estado de S.Paulo

01 Julho 2017 | 18h04

PARIS - Cerca de dois mil passageiros foram retirados, e oito voos foram cancelados na tarde deste sábado, 1, no aeroporto Roissy-Charles de Gaulle, em Paris, o maior da França. A ação foi uma medida preventiva por conta de um homem que entrou em uma área reservada sem passar pelo controle de segurança.

De acordo com os meios de comunicação locais, o homem aproveitou um momento de distração de um agente para entrar no área. Pelo Twitter, oficiais informaram que o terminal 2F seria temporariamente evacuado "para cumprir as regras de segurança".

Tradução: Para cumprir as regras de segurança, o terminal 2F foi temporariamente evacuado. O embarque será retomado gradualmente.

Não houve incidentes, e a situação voltou ao normal horas depois que o homem foi encontrado. Não há informações sobre quem ele seria ou pretendia. Além dos oito voos cancelados, outros 20 sofreram atrasos. Alguns passageiros compartilharam nas redes sociais como a área de embarque ficou lotada no momento da ação.

Tradução: Todo mundo evacuado no aeroporto Charles de Gaulle na área de embarque. Nenhum palavra sobre o que está causando a evacuação

França, que registra 239 vítimas nos últimos dois anos e meio por atentados terroristas, está em estado de emergência desde novembro de 2015. /EFE

Mais conteúdo sobre:
PARIS França Charles de Gaulle

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.