Cerca de US$ 53 mi em joias são roubados em Cannes

Surpreendentes 40 milhões de euros (US$ 53 milhões) em joias e diamantes foram roubados neste domingo (28) do Hotel Carlton Intercontinental em Cannes, na França, em um dos maiores roubos de joias da Europa nos últimos anos. O hotel na Riviera Francesa estava promovendo durante o verão local uma exibição de joias da prestigiosa casa de diamantes Leviev, que pertence ao bilionário israelense Lev Leviev.

AE, Agência Estado

28 de julho de 2013 | 12h13

Um porta-voz da polícia, que não quis ser identificado, disse que o roubo aconteceu por volta do meio-dia, mas não confirmou relatos da imprensa de que o ladrão era um homem sozinho, que colocou os objetos dentro de uma mala.

Vários grandes roubos de joias aconteceram neste ano, incluindo um na Bélgica, no dia 18 de fevereiro, que envolveu cerca de US$ 50 milhões em diamantes. Em maio, Cannes foi cenário de dois roubos bastante comentados durante o famoso Festival de Cinema da cidade.

No primeiro roubo, os ladrões levaram cerca de US$ 1 milhão em joias depois de abrir um cofre na parede de um quarto do hotel Novotel. No segundo, 80 seguranças foram enganados pelos ladrões que saíram de um hotel exclusivo com um colar da marca De Grisogono que valia US$ 2,6 milhões. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Cannesroubojoiasdiamantes

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.