Cerco à mídia

Restrição de publicidade: Empresas jornalísticas criticam o governo por distribuir publicidade oficial preferencialmente para meios de comunicação alinhados com o casal Kirchner

, O Estado de S.Paulo

28 de agosto de 2010 | 00h00

Lei de Mídia: Norma implica em fortes restrições à atuação de empresas de meios de comunicação

Transmissões dos jogos: Empresa do Grupo Clarín perdeu o direito de transmitir as partidas de futebol para as emissoras estatais

Fisco: No ano passado, mais de 200 fiscais fizeram uma blitz no jornal "Clarín" para buscar evidências de sonegação fiscal. Mas nenhuma ação legal foi tomada após a operação

Distribuição dos jornais: O sindicato dos caminhoneiros, liderado por um aliado do casal Kirchner, fez diversos piquetes nas portas das gráficas dos jornais "Clarín" e "La Nación", impedindo a distribuição das publicações

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.