Andrew Winning/Reuters
Andrew Winning/Reuters

Cerimônia marca 60 anos da coroação de Elizabeth II

Duas mil pessoas participaram do evento na Abadia de Westminster

Agência Estado

04 Junho 2013 | 15h00

LONDRES - A família real britânica se reuniu na Abadia de Westminster nesta terça-feira para um cerimônia que marcou o 60º aniversário de coroação da Rainha Elizabeth II.

Elizabeth, de 87 anos, foi corada na mesma Abadia em 2 de junho de 1953 em uma cerimônia com tradição de mil anos. Monarcas britânicos são coroados na antiga igreja de Londres desde William, o Conquistador, em 1066.

Os filhos e os netos da rainha estavam entre as 2 mil pessoas que participaram do serviço religioso de aniversário, com hinos, orações, uma leitura do primeiro-ministro, David Cameron, e um poema escrito para a ocasião pela poetiza Carol Ann Duffy.

O arcebispo da Cantuária, Justin Welby, líder espiritual da igreja anglicana, disse que o serviço celebrou o "caminho da rainha, que exige dedicação absoluta e autossacrifício, um caminho que ela não escolheu, mas para o qual foi chamada por Deus". "Hoje nós celebramos 60 anos desde aquele momento, 60 anos de compromisso", afirmou o arcebispo.

Foi a primeira vez que a coroa dourada de St. Edward, incrustada de joias, deixou a Torre de Londres desde 1953. A coroa foi acompanhada por um frasco de óleo aromático do mesmo lote utilizado na coroação e levada ao altar por representantes do povo britânico. O monarca usava um vestido de brocado de cetim e seda e um casaco, com coloração semelhante ao vestido de seda da coroação.

O marido da rainha, príncipe Philip, de 91 anos, participou do serviço religioso desta terça-feira, embora não tenha comparecido a um evento na noite de segunda-feira por causa de uma indisposição. Também participaram o herdeiro da rainha, o príncipe Charles, e seus filhos, príncipe William, segundo na linha de sucessão, e o príncipe Harry; além da mulher de William, Catherine, que vai dar à luz a seu primeiro filho no mês que vem./ AP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.