Cerimônia na Alemanha lembra vítimas da 'Love Parade'

Milhares de pessoas participaram, neste sábado, da cerimônia em memória das 21 pessoas que morreram esmagadas em um túnel durante o festival de música tecno "Love Parade", ocorrido há uma semana em Duisburg, na Alemanha. Cerca de 500 pessoas estiveram na Igreja do Salvador, no oeste da cidade, de onde foi realizada a cerimônia que muitos assistiram através de telões colocados no estádio de futebol da cidade e em outras igrejas.

AE-AP, Agência Estado

31 de julho de 2010 | 14h12

Várias redes de televisão transmitiram o evento ao vivo e bandeiras foram hasteadas a meio mastro em todo o país. Entre os participantes da cerimônia da Igreja do Salvador estavam a chanceler alemã, Angela Merkel, o presidente Christian Wulff e membros das famílias das vítimas e muitos socorristas que ajudaram a resgatar os feridos. Os bombeiros que ajudaram no resgate acenderam 21 velas brancas na cerimônia, uma para cada vítima do acidente.

"No meio da celebração da luxúria, a morte mostrou sua face horrível para todos nós", disse o chefe da igreja luterana da Renânia, Nikolaus Schneider em seu sermão de abertura. As 21 pessoas que morreram tinham entre 18 e 38 anos e algumas eram visitantes da Espanha, Austrália, Itália, Bósnia, China e Holanda. Outras 500 pessoas ficaram feridas e cerca de 25 ainda estão hospitalizadas. As informações são da AP.

Tudo o que sabemos sobre:
AlemanhaeventofestivalLove Parade

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.