Cerveja envenenada mata 56 pessoas em Moçambique

Autoridades de saúde informaram que 56 pessoas em Moçambique morreram ao consumirem cerveja contaminada. Outras 49 pessoas estão internadas em hospitais nos distritos de Chitima e Songo, a nordeste da província de Tete.

Estadão Conteúdo

11 de janeiro de 2015 | 18h30

Segundo o oficial de saúde distrital Alex Albertini, houve ainda mais 146 pessoas que visitaram hospitais para serem examinadas suspeitando de envenenamento. A informação foi dada em entrevista a uma rádio moçambicana.

As pessoas contaminadas estavam em um funeral na região no sábado. A Pombe, uma cerveja tradicional de Moçambique, é feita de farinha de milhete ou farinha de milho. Autoridades acreditam que a bebida foi contaminada com bílis de crocodilo durante o funeral.

Amostras de sangue e de cerveja estão sendo enviadas para a capital Maputo para serem testadas. Segundo a diretora de Saúde da província, Carle Mosse, é possível que a situação ainda piore porque a região não tem os recursos necessários para lidar com o desastre. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Moçambiquemortescerveja

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.