Chacal pede extradição para a Venezuela

O militante marxista Ilich Ramírez Sánchez, ou "Carlos, o Chacal", pediu extradição a seu país de origem, a Venezuela, em uma entrevista à rádio estatal da França, onde foi condenado a uma segunda pena de prisão perpétua na semana passada, por atentados ocorridos na década de 80. "Há um acordo entre o presidente (Hugo) Chávez e (o ex-presidente francês) Jacques Chirac de janeiro de 1999, confirmado pelo presidente (Nicolas) Sarkozy, de que quando terminasse o julgamento eu regressaria à Venezuela", disse.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.