Chacina deixa ao menos 17 mortos em bar no México

Pelo menos 17 pessoas foram mortas num massacre em um bar na cidade de Monterrey, no norte do México, na noite de ontem, quando um homem abriu fogo contra os clientes e empregados do estabelecimento, afirmou um investigador forense.

CLARISSA MANGUEIRA, Agência Estado

09 de julho de 2011 | 15h24

O porta-voz da polícia federal José Ramon Salinas disse que as armas de alta potência usadas no tiroteio indicaram que o crime pode ter sido um confronto de cartéis de drogas. Monterrey, um importante polo industrial, tem registrado aumento da violência desde que os cartéis Golfo e Zeta começaram a lutar pelo controle do tráfico de drogas há dois anos.

Fontes da polícia não confirmaram o número das pessoas mortas pelo atirador. A imprensa mexicana afirmou que 20 pessoas foram mortas na chacina. Já o jornal Reforma reportou que mais cinco pessoas tinham ficado feridas.

Outras empresas da região procuraram fechar mais cedo do que o de costume após a notícia do massacre.

Na cidade de Torreon, também situada no norte do país, a polícia local encontrou corpos decapitados de sete homens e três mulheres dentro de um veículo abandonado em uma estrada. As informações são da Associated Press e da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Méxicochacinamortes

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.