Chade fecha fronteira e suspende relações com o Sudão

Anúncio aparece após Sudão anunciar o rompimento de relações; Chade acusa o país vizinho de ajudar rebeldes

12 de maio de 2008 | 16h02

O governo do Chade fechou a fronteira com o Sudão e suspendeu as relações econômicas e culturais com o país nesta segunda-feira, 12, logo após o governo sudanês romper as relações diplomáticas com o país vizinho no domingo, informou a agência France Presse. Veja também:Sudão suspende relações com o ChadeSudão diz que ataque rebelde em Cartum foi reprimidoSudão decreta toque de recolher após combates O Chade acusa o Sudão de ajudar rebeldes da região de Darfur a lançar um ataque à capital sudanesa, Cartum. Tanto o governo do país como os rebeldes do Movimento da Justiça e Igualdade (JEM) negam ter trabalhado juntos para atacar o subúrbio de Omdurman, que teria sido tomado pelos rebeldes.  O governo sudanês diz que o avanço dos rebeldes, o mais próximo que eles já chegaram a Cartum, foi contido. Um toque de recolher imposto no fim de semana em Cartum foi suspenso, mas a imposição continua vigorando em Omdurman.

Tudo o que sabemos sobre:
SudãoChade

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.