Champanhe e caviar para a festa de Mugabe

A festa de aniversário que celebrará os 85 anos do presidente zimbabuano, Robert Mugabe, está sendo planejada para ser inesquecível. Preocupados em agradar o homem que há mais de 20 anos comanda o país com mão-de-ferro, membros do partido governista Zanu-PF estão pedindo doações a empresas e partidários para realizar o evento, segundo os jornais The Times, de Londres, e El País, de Madri.Mas a lista de pedidos distribuída é chocante para um país no qual a maioria da população trava uma batalha diária contra a fome e dificilmente consegue comprar um pedaço de pão. Entre os itens pedidos estão 2 mil garrafas de champanhe (de preferência Moët & Chandon); 8 mil lagostas; 4 mil porções de caviar; 100 quilos de camarões grandes; 8 mil caixas de bombons Ferrero Rocher; 16 mil ovos; 3 mil patos; entre outros.Aqueles que preferirem contribuir com dinheiro estão convidados a enviar as doações para uma conta bancária que recebe em dólar americano. As quantias - estipuladas entre US$ 45 mil e US$ 55 mil - devem ser depositadas na conta do Movimento 21 de Fevereiro, uma organização de jovens controlada pelo Zanu-PF cujo nome é a data de nascimento de Mugabe.Os pedidos são surreais diante da realidade do país, onde 94% da população está desempregada, a inflação atinge o índice recorde de 231.000.000% e a escassez de alimentos é preocupante. Segundo dados da ONU, cerca de 7 milhões de zimbabuanos necessitam de ajuda humanitária urgente para sobreviver à fome. Além de combater a crise econômica, o Zimbábue também luta contra uma epidemia de cólera que já matou mais de 3 mil pessoas e infectou outras 60 mil.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.