Miraflores Palace/Handout/Reuters
Miraflores Palace/Handout/Reuters

Chanceler da Venezuela pede que Trump revogue decreto que considera o país uma 'ameaça'

Ministra das relações exteriores, Delcy Rodríguez afirmou que Barack Obama tinha uma 'obsessão irracional' pela Venezuela

O Estado de S.Paulo

22 Janeiro 2017 | 16h13

A ministra das relações exteriores da Venezuela, Delcy Rodríguez, pediu ao novo presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, que revogue o decreto que considera o país uma "ameaça". "A Venezuela permanentemente tem pedido que se cancele essa ordem executiva e nós esperamos que o presidente Trump não vá pelo caminho da obsessão e irracionalidade", declarou, em entrevista à rede de televisão Televen.

A chanceler acusou o ex-presidente dos Estados Unidos Barack Obama de ter uma "obsessão irracional" pela Venezuela durante os oito anos que esteve na Casa Branca. Ela disse, ainda, que o país quer manter "relações de respeito" com o novo presidente norte-americano. "Todo o mundo está com expectativa para saber o que vai acontecer, saber se o presidente Trump será como o candidato Trump". 

As tensões entre Washington e Caracas se acirraram em 2015, quando Obama emitiu um decreto que considera a Venezuela uma "ameaça não usual e extraordinária" à segurança do país.  Na quarta-feira, 18, o presidente venezuelano Nicolás Maduro pediu "a Deus" por mudanças na política externa dos Estados Unidos com a posse de Trump./AFP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.